Blog

Faça da comida a sua medicação natural

Para grande parte das pessoas, uma alimentação saudável serve para corrigir uma situação pontual. Mas, será que só serve para isso? Veja como pode transformar a sua cozinha numa farmácia e fazer da comida a sua medicação natural.

Perder peso, baixar o nível de colesterol no sangue ou regular a pressão arterial: estas são algumas das razões que nos levam a fazer uma alimentação saudável. No entanto, comer bem e de forma consciente pode ter muitos mais ganhos do que apenas corrigir situações pontuais e específicas.

Os alimentos que escolhe para se nutrir podem fortalecer o sistema imunitário, controlar o colesterol e pressão arterial, promover a regeneração dos tecidos, dar-lhe mais força e resistência, eliminar toxinas do organismo, estabilizar o seu humor e melhorar a sua concentração, entre muitos outros benefícios. Em suma, se comer de forma equilibrada, vai conquistar saúde e anos de vida!

Uma alimentação com todos os nutrientes que necessita vai aumentar a imunidade do organismo, tornando-o mais resistente a doenças. E, quando elas aparecerem, será mais fácil combatê-las. Para fazer da comida a sua medicação natural, é importante pensar a longo prazo. Comer bem deve ser uma escolha para toda a vida, e não apenas durante um ou dois meses. Transforme a sua cozinha numa farmácia, com tudo o que necessita para viver bem!

“Uma alimentação com todos os nutrientes que necessita vai aumentar a imunidade do organismo, tornando-o mais resistente a doenças. E, quando elas aparecerem, será mais fácil combatê-las.”

 

O QUE É UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL?

Uma alimentação saudável deve ser variada e equilibrada nutricionalmente. Para que o nosso cérebro funcione de forma potenciada, é necessário garantir o abastecimento de alguns nutrientes constantemente. Entre eles estão o ácido gordo ómega 3, ácido fólico (ou vitamina B9), vitamina C, vitamina E e sais minerais (zinco, selénio, ferro e fósforo), fundamentais para que o sistema nervoso funcione adequadamente. A qualidade dos alimentos que ingerimos, os intervalos entre refeições que fazemos, a consciência com que tomamos decisões alimentares e o nível de atenção focada enquanto comemos são aspetos importantes numa alimentação dita saudável.

QUAL A FUNÇÃO DOS ALIMENTOS?

Alimentar, seria a resposta óbvia. E está correta, mas não é só isso. Os alimentos têm a capacidade de regular o humor, regenerar tecidos, regular a produção de hormonas, dar energia, prevenir doenças, entre muitas outras coisas. O segredo está na variedade e no equilíbrio daquilo que ingerimos, para que possa fazer da comida a sua medicação natural.

O MITO DA DIETA

Faltam dois meses para o verão, e tudo o que quer é caber naquele bikini lindo e maravilhoso que encomendou online. Mas… está com uns quilinhos a mais, então faz uma dieta. Passa umas semanas a comer salada como se não houvesse amanhã, com um humor péssimo devido à extrema restrição calórica. Para grande parte da população, este é o conceito de fazer dieta.

No entanto, é uma definição totalmente errada. O termo dieta significa todo e qualquer regime alimentar que escolheu para si. Se escolher alimentar-se a batatas fritas, então essa é a sua dieta. Já agora… não é uma boa opção ????. Naturalmente, quanto mais variado nutricionalmente for esse regime alimentar, mais enriquecedora será a dieta. A dieta não é para ser feita dois meses antes do verão, mas sim a vida toda, com escolhas conscientes que vão alimentar e proteger o seu organismo, promovendo a saúde e o bem-estar.

5f43f3835636ba00c71d889f_shutterstock_250834906(1).jpg

 

 

 

NUTRIENTES E AS SUAS FUNÇÕES:

Uma boa alimentação é uma alimentação nutricionalmente variada. Os nutrientes presentes nos alimentos desempenham várias funções na promoção de um organismo saudável e resistente a doenças.

A falta de alguns nutrientes origina desequilíbrios internos, o que torna o organismo mais vulnerável a agressões externas e ao surgimento de doenças. Conheça os vários nutrientes e quais as suas funções no organismo:


Vitaminas: presentes em grande parte dos alimentos, as vitaminas são substâncias indispensáveis para o bom funcionamento do corpo humano. Elas regulam as funções do organismo e protegem-no. Existem 13 tipos de vitaminas, com funções distintas. Sais minerais: são nutrientes responsáveis pelo bom funcionamento do metabolismo, regulam a pressão arterial, a formação óssea e asseguram uma boa comunicação no sistema nervoso. Cálcio, sódio, fósforo, magnésio ou ferro são alguns exemplos.

Proteínas: são compostos responsáveis pelo crescimento, regeneração dos tecidos e produção de hormonas. Existem proteínas de origem animal e vegetal.

Hidratos de carbono: este nutriente é a principal fonte de energia do organismo. Muitas vezes, é visto como inimigo da dieta, mas deve fazer parte de uma alimentação equilibrada. Existem hidratos de absorção rápida (presentes no açúcar, mel e fruta) e de absorção lenta (presentes nas leguminosas e cereais integrais).

Lípidos (ou gorduras): eles servem para absorver algumas vitaminas, bem como para reserva de energia, caso o organismo necessite. As gorduras boas estão presentes no peixe, abacate, azeite e nas oleaginosas (frutos secos) e protegem o coração. Já as gorduras saturadas e trans não são recomendadas, uma vez que prejudicam o organismo.

8 DICAS PARA FORTALECER O SEU CÉREBRO ATRAVÉS DA SUA ALIMENTAÇÃO:

É sempre bom relembrar que pequenos gestos podem fazer maravilhas pela sua saúde, física e mental. Não há receitas mágicas, há escolhas conscientes e compromisso com a sua saúde. Não precisa de fazer tudo ao mesmo tempo, escolha 2 ou 3 opções para começar e vá introduzindo novos hábitos aos poucos, com calma, paciência e consistência:

1. Troque alimentos de pacote e pré-preparados por comida de verdade;

2. Coma pelo menos duas unidades de fruta por dia (frutos vermelhos, abacate, banana, laranja…);

3. Inclua doses generosas de legumes e verduras no seu prato (brócolos, folhas verdes);

4. Assegure boas porções de proteína nas três refeições principais do dia (um bom antídoto de voracidade alimentar);

5. Beba muita água (simples ou aromatizada com folhas ou fruta), é fundamental para o seu cérebro comunicar com todo o corpo;

6. Opte, sempre que possível, pela versão integral dos alimentos que consome (não são alimentos refinados, logo, conservam mais nutrientes);

7. Reduza a quantidade de sal que coloca nos alimentos (use e abuse das ervas aromáticas);

8. Se quer um doce, privilegie o chocolate preto ou confecione algo com bons ingredientes apenas na quantidade suficiente para uma dose. Coma de forma mindful.

 

5f43f3ed548627f1c9d5eb82_shutterstock_627371966.jpg

 

 

Faça da comida a sua medicação natural e escolha os melhores alimentos para se nutrir. Como referido acima, não há fórmulas mágicas. Há escolhas que, quando realizadas de forma consistente, geram resultados incríveis.

Quanto melhor se conhecer, mais fácil será encontrar as melhores estratégias, aquelas que funcionam consigo. Experimente, adapte, mude, mude outra vez, mude sempre que necessário, sempre com o compromisso de cuidar de si. Esse é o ponto de partida para tudo o resto.

Consulta aqui os termos & condições.

Em caso de dúvida ou necessidade de apoio, entra em contacto connosco:

info@transformar.pt ou +351 966 715 999 (chamada ou WhatsApp)

 

TENS DÚVIDAS?

Deixa-nos uma mensagem







Li e aceito a Política de Privacidade